ISAVIÇOSA Blog

Curso Alimentação Consciente - inscrições abertas

Curso Alimentação Consciente - teoria e prática com Renata Solar
Data: 11 e 12 de março/2017
Local: Sítio Palmital – Viçosa (zona rural)
Inscrições abertas – até 08 de março
Informações e inscrições: aqui  

ou solicite formulário por e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

O ISAVIÇOSA tem a satisfação de divulgar o curso Alimentação Consciente – teoria e prática, que será facilitado por Renata Solar. O curso acontece nos dias 11 e 12 de março, sábado e domingo, no Sítio Palmital, zona rural de Viçosa, das 8h30 às 17h30.
Renata Solar é engenheira agrônoma (Universidade Federal de Viçosa/2012), pesquisa a Agroecologia desde 2010 e trabalha como culinarista agroecológica desde 2014. Estuda a alimentação local, as hortas orgânicas, as plantas alimentícias não-convencionais (PANC) e as plantas medicinais. Mistura os sabores da natureza com os saberes tradicionais em pratos saudáveis para o dia-a-dia. Acredita que a tomada de consciência contribui para as mudanças de hábitos alimentares e de estilo de vida, tão necessárias na atualidade.
O objetivo do curso é proporcionar aos participantes uma oportunidade de conhecerem os saberes e os sabores da Agroecologia, através de uma culinária mais consciente e de uma alimentação mais saudável. A programação reúne teoria e prática. Os temas a serem abordados são:
  • História da Agricultura: conhecer um pouco das práticas e das transformações ocorridas através do tempo.
  • Indústria Alimentar: refletir sobre as “inovações” alimentares trazidas pelo estilo de vida moderno e suas consequências.
  • Alimentação numa concepção ecológica: integrar o pensamento e a prática em uma ação consciente, planejada e em sintonia com os ciclos da Natureza.
  • Quintal Alimentar: conhecer, reconhecer e preparar a agrobiodiversidade alimentar e as PANC.
  • Alimentação saudável: praticar e saborear uma alimentação consciente.
Para participar, o investimento é de R$180,00 (cento e oitenta reais) e inclui a alimentação durante os dois dias de curso (quebra-jejum, almoço e lanche da tarde). Parte da colheita, o processamento e o preparo dos alimentos para as refeições serão realizados pelos próprios participantes, como parte prática do processo de aprendizagem.

Caso conheça mais pessoas que possam se interessar, agradecemos divulgar. 

Microbacia Escola promove ações de educação ambiental

O Programa Microbacia Escola reúne diversas ações e projetos desenvolvidos pelo ISAVIÇOSA, que têm como objetivos a promoção de educação para uma cultura sustentável e a melhoria da qualidade ambiental da microbacia do ribeirão São Bartolomeu.
O ribeirão São Bartolomeu pertence à Bacia do Rio Doce e seus tributários mais expressivos são os córregos do Engenho, Palmital, Paraíso, Machados, das Posses e Araújo. A bacia do ribeirão ocupa uma área de 5.057,4 ha o que corresponde a 18,48% da superfície do município de Viçosa.  Possui em torno de 440 nascentes, distribuídas em onze microbacias, sendo a do córrego Palmital a que abriga as cabeceiras, com a nascente de maior altitude e mais distante da foz, desempenhando importante papel na recarga hídrica da bacia.
Importância do projeto Microbacia Escola
O uso da terra na região do Palmital é constituído, principalmente, por pastagens, agricultura de subsistência, plantio de eucalipto e escassos remanescentes de floresta secundária nativa. A região possui extensas áreas com declividade elevada e ausência de práticas de conservação do solo e da água. Neste cenário a água das chuvas tende a correr superficialmente “morro abaixo” reduzindo a infiltração de água para recarga dos aquíferos e ocasionando elevado carreamento de partículas em direção aos cursos d’água, causando o assoreamento de córregos e nascentes. Tais efeitos podem ser facilmente visualizados nas encostas mais íngremes e vem sendo sentidos pelos proprietários rurais que relatam o secamento de córregos, nascentes e poços semi-artesianos.
Neste contexto, o cuidado com estas áreas de cabeceira visando a conservação dos solos e o aumento da infiltração da água da chuva através de técnicas de plantio de água é fundamental para se buscar a soberania hídrica para Viçosa. Trata-se de um problema que atinge a todos, proprietários rurais e população urbana. Para uma gestão sustentável dos recursos hídricos é  necessária e fundamental a participação de todos. Os primeiros principalmente através do uso sustentável da paisagem e os segundos principalmente através do uso consciente da água, redução do desperdício, captação e uso de água da chuva e apoio aos produtores de água da zona rural.

A equipe do ISAVIÇOSA considera que, para que este cenário se concretize, são necessárias diversas mudanças de comportamento. O grupo acredita que precisamos enquanto sociedade aprender a fazer diferente se queremos garantir a qualidade de vida para nós e para as futura gerações e que, para isso, são necessários processos e espaços educativos que favoreçam estas mudanças individuais e coletivas.
Microbacia Escola promove ações de educação ambiental
Crianças em visita ecotécnica às nascentes do ribeirão São Bartolomeu
A motivação da equipe que integra o projeto Microbacia Escola vem do sonho coletivo de que haja uma ampla difusão e implantação de técnicas sustentáveis ao longo das propriedades rurais no ribeirão São Bartolomeu, aumentando a vazão dos cursos d’água, e alterando radicalmente, para melhor, a funcionalidade ambiental destas paisagens. A expectativa da equipe é a de que as experiências educativas sejam transformadoras e possam de fato inspirar e instrumentalizar as pessoas na busca de uma transição para a sustentabilidade.
Com ênfase no aumento da recarga hídrica dos aquíferos, recuperação e proteção dos córregos e nascentes, tem-se, portanto, duas linhas de ação principais, intimamente interligadas: i) ações educativas (visitas guiadas, aulas de campo, cursos, etc.) e ii) implantação de tecnologias sociais para a recuperação ambiental e “plantio de água”.
Grande parte das atividades de educação desenvolvidas no âmbito do Programa Microbacia Escola é realizada no sítio Palmital, sede do ISAVIÇOSA, que abriga as nascentes mais altas do ribeirão São Bartolomeu. Desde 2004, têm-se implementado no local, práticas sustentáveis de uso e ocupação da terra, que visam, sobretudo, melhorar e assegurar a qualidade da água e aumento da biodiversidade. Entre as práticas aplicadas incluem-se a implantação de sistemas agroflorestais; recuperação de matas ciliares; construção de banheiros secos e fossas de evapotranspiração; planejamento de ecovilas; implantação de Unidade Participativa de Experimentação em Plantio de Água (UPEPAs); agricultura agroecológica e reflorestamento com mudas de árvores nativas e frutíferas associado ao favorecimento da regeneração natural em áreas sensíveis das zonas de captação e transmissão da microbacia.

As parcerias

O projeto Microbacia Escola é desenvolvido por voluntários e pessoas vinculadas ao Instituto Socioambiental de Viçosa (ISAVIÇOSA) e ganhou forças, nos últimos anos, devido a um conjunto de fatores.
Primeiramente, o projeto adotou mais uma frente de trabalho e de cuidado com o meio ambiente que é o Plantio de Água, essa prática tornou-se um dos pilares de sustentação do Microbacia Escola. Além de promover um curso prático de capacitação e aprendizado da técnica em sua sede no Palmital, zona rural de Viçosa, em parceria com o projeto Plantadores de Água (Alegre/ES), o ISAVIÇOSA se integrou à rede Nós de Água, criada no próprio curso. A rede, desde então, promove mini-cursos e  vivências para grupos interessados em conhecer e multiplicar a técnica bem como participa de mutirões e ações em outras localidades.
Vale destacar que o ISAVIÇOSA, junto ao Centro de Tecnologias Alternativas da Zona da Mata (CTA-ZM) e o grupo GT Água da UFV, coordena atualmente trabalho relacionado à recuperação e proteção de recursos hídricos junto à população rural de outros municípios, com destaque para o município de Divino e Araponga, no qual vem sendo implantadas diversas UPEPAs.
Simultaneamente, o projeto tornou-se um Grupo de Trabalho do Curso de Extensão Gaia Viçosa e somou novos parceiros, novos sonhos e mais força para realizar as ações planejadas.
Microbacia Escola promove ações de educação ambiental
Turma participante de curso de Plantio de Água
O Microbacia Escola abrange desde educandos do ensino fundamental e médio, de escolas de Viçosa e região, até estudantes universitários. Também são realizadas atividades voltadas para produtores rurais, gestores de bacias e técnicos vinculados a órgãos de extensão de municípios da região de Viçosa.
Periodicamente são recebidos, na sede rural do ISAVIÇOSA, grupos de escolas do ensino básico, professores e estudantes universitários , gestores de bacias, produtores rurais, entre outros.
Além das visitas, são promovidos frequentemente cursos específicos sobre diferentes tecnologias sociais importantes para a transição para uma cultura sustentável, tais quais: bioconstrução, plantio de água, planejamento estratégico participativo consensual, ecologia profunda, sistemas agroflorestais e certificado Gaia de design para a sustentabilidade (reconhecido pela UNESCO).
O projeto Microbacia Escola é mantido com recursos próprios do ISAVIÇOSA. Em 2016, o projeto recebeu o apoio da empresa BAKO, através do repasse de doações recolhidas nas  bilheterias de eventos produzidos por ela. O recurso arrecadado foi investido na implantação de estruturas para conservação e proteção de recursos hídricos em propriedades localizadas nas comunidades do Palmital e Paraíso.
Realizações em 2016 e previsões para 2017
Diversas ações foram realizadas em 2016 no âmbito do Microbacia Escola, com destaque para visitas ecotécnicas, minicursos e oficinas de plantio de água.
Em âmbito local, alguns proprietários de terra no Palmital já estão sensibilizados para a necessidade de cuidado e de preservação dos cursos d´água. O ISAVIÇOSA iniciou este ano a intervenção em algumas propriedades da região e para 2017, é prevista uma ampliação das ações do projeto, incluindo a construção de novas UPEPAs em propriedades da bacia do São Bartolomeu bem como a implantação de um programa de complementação pedagógica para crianças, tendo como base a educação ambiental e a agroecologia, e ainda um calendário de cursos e vivências em temáticas diversas correlacionadas à transição para sustentabilidade. Toda essa programação será divulgada em breve no site do ISAVIÇOSA.  

Para saber mais e para visitar a Microbacia Escola

Interessados em conhecer e/ou colaborar com o trabalho desenvolvido no âmbito do projeto Microbacia Escola devem entrar em contato pelo email O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. para agendar uma visita à sede do ISAVIÇOSA.
Para maiores informações sobre os projetos do ISAVIÇOSA, acessar o endereço www.isavicosa.org

Gaia Viçosa - Educação para Sustentabilidade

Nos meses de outubro e dezembro de 2015 e de fevereiro e abril de 2016, foi realizado  o curso de extensão Gaia Viçosa – Educação para Sustentabilidade. A iniciativa foi uma parceria entre o Gaia Education, a Universidade Federal de Viçosa e mais algumas instituições, dentre elas o Instituto Socioambiental de Viçosa (ISAVIÇOSA).

O curso aconteceu em quatro etapas, com duração de uma semana cada uma. Em cada semana foi enfatizada uma das dimensões da sustentabilidade: Social, Econômica, Ecológica e Visão de Mundo.

As duas primeiras dimensões, Social e Econômica, aconteceram na Mata do Paraíso, em espaço dedicado a atividades de pesquisa e Educação Ambiental, da Universidade Federal de Viçosa. Já as dimensões Ecológica e Visão de Mundo tiveram como espaço de realização a sede do ISAVIÇOSA, no Palmital, zona rural de Viçosa.

O objetivo principal do Gaia Viçosa foi o de potencializar iniciativas sustentáveis da região, articulando e promovendo trocas entre as experiências e estratégias de ecovilas, experiências de educação ambiental, e experiências populares de agroecologia e movimentos sociais, através da formação de uma comunidade de aprendizagem e práticas.

Como proposta do programa, foram criados sete grupos de trabalho, também chamados de vilas. Através do trabalho nos grupos os gaianos e as gaianas  puderam vivenciar e aplicar os conteúdos  apreendidos, bem como planejar a continuidade dos projetos, para além dos momentos de convivência no curso. As sete vilas trabalhadas nos Gaia Viçosa foram: Arcas, Camará, Crianças de Gaia, Criolas, Microbacia Escola, Nós de Água e Oca.

A seguir, um breve resumo do conteúdo trabalhado e vivenciado em cada dimensão, pela comunidade de aprendizagem.

Gaia Viçosa - Dimensão Social – 10 a 16 de outubro de 2015

Gaia Viçosa - Educação para Sustentabilidade
Comunidade de Aprendizagem - Gaia Viçosa - Dimensão Social - Outubro 2015

Temas abordados/vivenciados e educadores facilitadores: Práticas de Sintonização e Bem-estar do Grupo, Apresentações GTs, Encerramento e Celebração (Equipe Gaia Viçosa e Participantes); Abertura, Embarque e Programação; Comunicação Colaborativa, Prática de Conselho – Círculo Cerimonial de Diálogo, Metodologias Sociais de Diálogo – Tecnologia do Espaço Aberto (Ana Carolina Beer Simas); Educação Gaia, Construindo Comunidade e Abraçando a Diversidade, Poder e Liderança, Facilitação de Grupos, Processos de Tomada de Decisões, Ecovilas (Taisa Mattos); Pedagogia do Círculo e Pedagogia da Cooperação, Comunicação Não-Violenta, Resoluções de Conflitos (Edite Faganello); Danças Circulares (Rubens Calegari e Cássia Prados); Dragon Dreaming: Criação Colaborativa de Projetos + Prática nos Grupos de Trabalho (John Croft). 

Gaia Viçosa - Dimensão Econômica – 06 a 12 de dezembro de 2015

Gaia Viçosa - Educação para Sustentabilidade
Euclides Mance compartilha conhecimentos e gera muita reflexão
Temas abordados/vivenciados e educadores/facilitadores: Práticas de Sintonização e Bem-estar do Grupo, Abertura, Embarque, Programação, Apresentações GTs, Encerramento e Celebração, Prática de Feira de Trocas, O Poder da Comunidade – Como Cuba sobreviveu ao Pico do Petróleo, Grupos de Trabalho – Estudos de Caso (Equipe Gaia Viçosa e Participantes); Curando Economias Locais (Felipe Bannitz); A Economia Global e as Fendas Sistêmicas do Capitalismo, Redes de Economia Solidária, Transformando a Economia Global para Sustentabilidade: Sistemas de Intercâmbio Solidários e Circuitos Econômicos Solidários, Libertação das Forças Produtivas (Euclides Mance); Moedas Sociais e Bancos Comunitários, Rede e Feiras de Trocas, Experiências Econômicas em Ecovilas (Taísa Mattos); Empreendimentos Populares Solidários (Bianca Lima) Prática de Conselho – Circulo Cerimonial de Diálogo (Ana Carolina Beer Simas); Estratégias de Relocalização e Sistemas de Produção e Distribuição de Alimentos: o caso da Rede raízes da Mata (Maysa da Mata e Rede Raízes da Mata); Captação Empoderada de Recursos (Felipe Simas). 
Gaia Viçosa  - Dimensão Ecológica – 21 a 27 de fevereiro de 2016

Gaia Viçosa - Educação para Sustentabilidade
Skye e Irene Cardoso na comunidade de aprendizagem Gaia
Temas abordados/vivenciados: Práticas de Sintonização e Bem-estar do Grupo, Abertura, Embarque, Programação, Apresentações GTs, Encerramento e Celebração,  Grupos de Trabalho – Estudos de Caso (Equipe Gaia Viçosa e Participantes); Panorama de Questões Ambientais Globais,  (Skye e Equipe Gaia Viçosa); Cenários Futuros, Complexidade, Práticas e Princípios da Permacultura, Design Ecológico Integrado, Reconexão com a Natureza: Preparação Prática “Presenciando”, Reduzindo a Pegada Ecológica, Planejamento Ecológico de Comunidades: Integrando Aprendizados da Dimensão Ecológica (Skye); Tecnologias Apropriadas: Água (Skye e Felipe Senna); Tecnologias Propriadas: Agroefloresta e Produção de Alimentos (Skye e Miguel Mader); Tecnologias Apropriadas: Bioconstrução e Saneamento (Skye e Felipe Simas) Tecnologias Apropriadas: Energia (Skye); Prática Sítio Lotus: Permacultura, Bioconstrução, Agrofloresta e Produção de Alimentos (Daniel Mujalli), Experiência em Agroecologia (Seu Jésus e Dona Tereresinha); Solos e Agroecologia (Irene Cardoso).
Gaia Viçosa - Educação para Sustentabilidade
Gaia Viçosa visita agricultores agroecológicos Seu Jésus e Dona Teresinha 
Gaia Viçosa – Dimensão Visão de Mundo – 17 a 23 de abril de 2016


Temas abordados/vivenciados: Práticas de Sintonização e Bem-estar do Grupo, Abertura, Embarque, Programação, Apresentações GTs, Encerramento e Celebração Final,  Grupos de Trabalho – Estudos de Caso (Equipe Gaia Viçosa e Participantes); Visão Holística e Pensamento Sistêmico, Reconexão com a Natureza e Ecologia Profunda (Ana Carolina Beer Simas); Teoria Gaia: um novo olhar sobre a vida na Terra (Felipe Simas); Espeiritualidade Socialmente Engajada (Frei Betto); Despertar e Transformação da Consciência: Espiritualidade Nativa Brasileira (Alcindo Guarani, Rosa Guarani e Geraldo Guarani); Educação Inclusiva e transformadora (José Pacheco); Saúde Pessoal e Planetária (Fernanda Andrade); Culturas Tradicionais e Movimentos Sociais (Jaqueline Cardoso Zeferino e Willer Barbosa); Feminino e Masculino (Manche Maquehue e Jaqueline Cardoso Zeferino)
Gaia Viçosa - Educação para Sustentabilidade
Comunidade de Aprendizagem Gaia Viçosa com Frei Betto 

Gaia Viçosa - Educação para Sustentabilidade
Conhecendo um pouco da sabedoria de Alcindo, Rosa e Geraldo Guarani

Gaia Viçosa - Educação para Sustentabilidade
Comunidade Gaia Viçosa e Zé Pacheco

Educação Gaia Viçosa

Nos meses de outubro e dezembro de 2015 e de fevereiro e abril de 2016, foi realizado  o curso de extensão Gaia Viçosa – Educação para Sustentabilidade. A iniciativa foi uma parceria entre o Gaia Education, a Universidade Federal de Viçosa e mais algumas instituições, dentre elas o Instituto Socioambiental de Viçosa (ISAVIÇOSA).

O curso aconteceu em quatro etapas, com duração de uma semana cada uma. Em cada semana foi enfatizada uma das dimensões da sustentabilidade: Social, Econômica, Ecológica e Visão de Mundo.

As duas primeiras dimensões, Social e Econômica, aconteceram na Mata do Paraíso, em espaço dedicado a atividades de pesquisa e Educação Ambiental, da Universidade Federal de Viçosa. Já as dimensões Ecológica e Visão de Mundo tiveram como espaço de realização a sede do ISAVIÇOSA, no Palmital, zona rural de Viçosa.

O objetivo principal do Gaia Viçosa foi o de potencializar iniciativas sustentáveis da região, articulando e promovendo trocas entre as experiências e estratégias de ecovilas, experiências de educação ambiental, e experiências populares de agroecologia e movimentos sociais, através da formação de uma comunidade de aprendizagem e práticas.

Como proposta do programa, foram criados sete grupos de trabalho, também chamados de vilas. Através do trabalho nos grupos os gaianos e as gaianas  puderam vivenciar e aplicar os conteúdos  apreendidos, bem como planejar a continuidade dos projetos, para além dos momentos de convivência no curso. As sete vilas trabalhadas nos Gaia Viçosa foram: Arcas, Camará, Crianças de Gaia, Criolas, Microbacia Escola, Nós de Água e Oca.

Mais informações ver http://gaiavicosa.wixsite.com/gaiavicosa

A seguir, um breve resumo do conteúdo trabalhado e vivenciado em cada dimensão, pela comunidade de aprendizagem.

 

Gaia Viçosa - Dimensão Social – 10 a 16 de outubro de 2015

Temas abordados/vivenciados e educadores facilitadores: Práticas de Sintonização e Bem-estar do Grupo, Apresentações GTs, Encerramento e Celebração (Equipe Gaia Viçosa e Participantes); Abertura, Embarque e Programação; Comunicação Colaborativa, Prática de Conselho – Círculo Cerimonial de Diálogo, Metodologias Sociais de Diálogo – Tecnologia do Espaço Aberto (Ana Carolina Beer Simas); Educação Gaia, Construindo Comunidade e Abraçando a Diversidade, Poder e Liderança, Facilitação de Grupos, Processos de Tomada de Decisões, Ecovilas (Taisa Mattos); Pedagogia do Círculo e Pedagogia da Cooperação, Comunicação Não-Violenta, Resoluções de Conflitos (Edite Faganello); Danças Circulares (Rubens Calegari e Cássia Prados); Dragon Dreaming: Criação Colaborativa de Projetos + Prática nos Grupos de Trabalho (John Croft). 

 

Gaia Viçosa - Dimensão Econômica – 06 a 12 de dezembro de 2015

Temas abordados/vivenciados e educadores/facilitadores: Práticas de Sintonização e Bem-estar do Grupo, Abertura, Embarque, Programação, Apresentações GTs, Encerramento e Celebração, Prática de Feira de Trocas, O Poder da Comunidade – Como Cuba sobreviveu ao Pico do Petróleo, Grupos de Trabalho – Estudos de Caso (Equipe Gaia Viçosa e Participantes); Curando Economias Locais (Felipe Bannitz); A Economia Global e as Fendas Sistêmicas do Capitalismo, Redes de Economia Solidária, Transformando a Economia Global para Sustentabilidade: Sistemas de Intercâmbio Solidários e Circuitos Econômicos Solidários, Libertação das Forças Produtivas (Euclides Mance); Moedas Sociais e Bancos Comunitários, Rede e Feiras de Trocas, Experiências Econômicas em Ecovilas (Taísa Mattos); Empreendimentos Populares Solidários (Bianca Lima) Prática de Conselho – Circulo Cerimonial de Diálogo (Ana Carolina Beer Simas); Estratégias de Relocalização e Sistemas de Produção e Distribuição de Alimentos: o caso da Rede raízes da Mata (Maysa da Mata e Rede Raízes da Mata); Captação Empoderada de Recursos (Felipe Simas). 

 

Gaia Viçosa  - Dimensão Ecológica – 21 a 27 de fevereiro de 2016

Temas abordados/vivenciados: Práticas de Sintonização e Bem-estar do Grupo, Abertura, Embarque, Programação, Apresentações GTs, Encerramento e Celebração,  Grupos de Trabalho – Estudos de Caso (Equipe Gaia Viçosa e Participantes); Panorama de Questões Ambientais Globais,  (Skye e Equipe Gaia Viçosa); Cenários Futuros, Complexidade, Práticas e Princípios da Permacultura, Design Ecológico Integrado, Reconexão com a Natureza: Preparação Prática “Presenciando”, Reduzindo a Pegada Ecológica, Planejamento Ecológico de Comunidades: Integrando Aprendizados da Dimensão Ecológica (Skye); Tecnologias Apropriadas: Água (Skye e Felipe Senna); Tecnologias Propriadas: Agroefloresta e Produção de Alimentos (Skye e Miguel Mader); Tecnologias Apropriadas: Bioconstrução e Saneamento (Skye e Felipe Simas) Tecnologias Apropriadas: Energia (Skye); Prática Sítio Lotus: Permacultura, Bioconstrução, Agrofloresta e Produção de Alimentos (Daniel Mujalli), Experiência em Agroecologia (Seu Jésus e Dona Tereresinha); Solos e Agroecologia (Irene Cardoso).

 

Gaia Viçosa – Dimensão Visão de Mundo – 17 a 23 de abril de 2016

Temas abordados/vivenciados: Práticas de Sintonização e Bem-estar do Grupo, Abertura, Embarque, Programação, Apresentações GTs, Encerramento e Celebração Final,  Grupos de Trabalho – Estudos de Caso (Equipe Gaia Viçosa e Participantes); Visão Holística e Pensamento Sistêmico, Reconexão com a Natureza e Ecologia Profunda (Ana Carolina Beer Simas); Teoria Gaia: um novo olhar sobre a vida na Terra (Felipe Simas); Espeiritualidade Socialmente Engajada (Frei Betto); Despertar e Transformação da Consciência: Espiritualidade Nativa Brasileira (Alcindo Guarani, Rosa Guarani e Geraldo Guarani); Educação Inclusiva e transformadora (José Pacheco); Saúde Pessoal e Planetária (Fernanda Andrade); Culturas Tradicionais e Movimentos Sociais (Jaqueline Cardoso Zeferino e Willer Barbosa); Feminino e Masculino (Manche Maquehue e Jaqueline Cardoso Zeferino).

 

Sistema de plantio de água já está em pleno funcionamento

Sistema de plantio de água já está em pleno funcionamento
Com as primeiras chuvas, o sistema já demonstra resultados